Select Menu

Alguns textos e autores aqui no Blog (Prof° Fabiano Bastos, Eduardo Teffé, Danilo Aguiar e outros) já proporam isso anteriormente mas essa postagem vem dedicada especificamente sobre o assunto. Uma Secretaria de Ciência e Tecnologia de Itaguaí é de suma importância. Seja independente ou associada a alguma já criada, fica a dica para os governantes da cidade.

>>> Para incorporar técnicas inovadoras ao trabalho realizado por toda a administração pública >>> Para reduzir as desigualdades sociais com a transferência direta de tecnologia >>> Para criar canais de comunicação permanente entre empresas, pesquisadores e instituições sociais >>> Para usufruir de financiamentos nacionais e internacionais
As secretarias municipais de ciência e tecnologia assumiram diferentes formas em todo o Brasil. Vejamos alguns exemplos. Em Rio das Ostras, cidade turística no estado do Rio de Janeiro, o órgão administra políticas públicas de inclusão digital, capacitação profissional e transporte universitário. Uma parceria com a Universidade Federal Fluminense busca estabelecer na cidade um pólo universitário (www.puro.uff.br), com a oferta de seis cursos de graduação.
Distante apenas 28 km, no município vizinho de Macaé, a ênfase é na prestação de serviços. É a secretaria de ciência e tecnologia quem administra os serviços de informática da prefeitura (recursos humanos e portal da transparência), monitoramento eletrônico, comunicação online e inclusão digital. Na cidade também funciona um posto avançado da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf).
Em Anapólis, Goiás, a situação é diferente. Apesar de ter alocadas no órgão as mesmas políticas públicas de inclusão digital e gestão de sistemas de informação, a secretaria atua como órgão de mobilização de recursos do governo estadual e do MCT. É comum reunião com empresários da região para explicar as formas de acessar recursos do edital de Subvenção Econômica do Ministério de Ciência e Tecnologia, por exemplo, com a presença da associação comercial do município e da federação das indústrias.
A secretaria municipal de ciência e tecnologia de Florianópolis, em Santa Catarina, mantém a inclusão digital na pauta, incluindo no seu rol de atividades o desenvolvimento dos talentos locais. A iniciativa busca diminuir a carência de recursos humanos no setor industrial e está associada ao estabelecimento de redes entre as instituições de pesquisa e ensino superior da região.
O município de São Carlos, em São Paulo, nomeia o órgão responsável pelas políticas públicas do setor de secretaria municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia. Diferente do que parece à primeira vista, a inovação no nome do órgão significa somente a alocação do turismo na pasta, associada a incentivos às cadeias produtivas do município que adotem políticas de qualidade nas suas instalações.

Outro bom exemplo é a cidade de Rio Verde em Goiás.
Cada cidade deu características próprias para a secretaria municipal de ciência e tecnologia. Contudo, fica claro nessa breve exposição o pouco uso das potencialidades que uma estrutura administrativa deste porte propicia. Em seguida, vamos sugerir uma estrutura básica e a sugestão de lei para os municípios que se interessem pela oportunidade de subir um estágio no planejamento e execução de políticas públicas inovadoras.

Nota do Blog: O Blog Política de Itaguaí e seus colaboradores que já pensaram essa dica para Itaguaí, podem falar mais sobre o assunto e se for do interesse d0 atual governo e dos que pretendem chegar a ele no futuro, estamos dispostos a dar nossa singela contribuição com o desenvolvimento de nossa cidade.

7 comentários:

  1. Decepcionado com a Polítca12/12/11 08:58

    Para defender o desenvolvimento de uma política de governo não é necessário a criação de uma secretaria... A cada Secretaria criada, surgem vários cargo em comissão, inciando-se pelo de Secretário que dá para remunerar vários servidores concursados. Assim, acho nota dez a ideia de uma politica de governo voltada para a área, mas que pode ser desenvolvida por uma das secretarias já existentes...

    ResponderExcluir
  2. Zé Ninguém12/12/11 09:46

    Acho a idéia interessante, visto que Itaguaí está em franco desenvolvimento. Principalmente na área de Siderurgia. Não podemos continuar confundindo politica com politicagem quem mais quer que não acreditemos na politica são os politicos corruptos, espero que a próxima gestão, quer seja situação ou oposição, possa continuar contribuindo para o desenvolvimento da cidade, muito foi feito e muito ainda falta para que a cidade acompanhe o crescimento que continua chegando e idéias como essa só vem a acrescentar! Obrigado professores!

    ResponderExcluir
  3. Pedro Lemelle
    Prezados Amigos,
    Mangaratiba também percebeu a importância de se dedicar às questões da inclusão digital/social e realizou seu projeto "Mangaratiba Digital", a fim de inserir o Município na sociedade da informação, proporcionar qualidade de vida e cidadania, além de colocar a cidade na vitrine do Estado RJ com iniciativas tecnológicas gratuitas para a população, através da democratização da informação. Portanto, defendo a necessidade de se criar esta Secretaria em Itaguaí, para que tenha autonomia de implementar projetos de alto nível com objetivo de beneficiar a população local, seja em velocidade e comodidade nos serviços públicos, qualidade nas escolas, empregabilidade, agilização nos atendimentos e manutenção dos históricos dos pacientes na rede de saúde, transparência nas contas e dignidade e cidadania às comunidades carentes do Município.
    Não se trata de mais uma secretaria com mais cabides, se trata de um serviço essencial ao desenvolvimento de uma cidade e de uma conexão direta entre população e poder público.

    ResponderExcluir
  4. Decepcionado com a Política12/12/11 14:32

    Olha quem defende a criação de mais uma secretaria... Um secretario de municipio vizinho, é lógico que quem se alimenta do sistema vai defender a criação de mais uma secretaria, o dinheiro não sai do bolso dele, mas sim, entra no bolso dele... A ideia pode muito bem ser desenvolvidas por serrvidores concursados, que têm compromisso com o Município e não com seus padrinhos. Mas, se defende aqui a criação de mais um cargo de secretário, a reboque, sobsecretario, chefe disso, diretor daquilo, no fim temos uma secrataria toda prenchida por cargos de confianças, que não têm a isenção de buscar o melhor para o Município, dadas as amarras com quem os nomeou, salvo pouquíssimas exceções.

    ResponderExcluir
  5. Bom não sei s precisa de um secretária .. mas com certeza precisamos de verba e pessoal capacitado para gerenciar esta área em itaguaí ( Não adianta criar um secretária para ser cabide de empregos assim como não adianta ignorar esta área e fingir que ela não existe)...

    ResponderExcluir
  6. Chama o Rhalf Faissan, ele é o cara em itaguai em parte de informatica e programação.
    valeu rhalfinhooooooo eu falo mesmo tu é o cara mesmo kkkkkkkkkkk resto é resto kkkkkkkkk

    huhaahauaha XD :)

    ResponderExcluir
  7. Nossa cidade não tem uma Universidade e apenas uma escola técnica, pra que uma secretária de Ciência e técnologia,já tem uma no Rio

    ResponderExcluir

 
Top